Ainda sobre tatuagens


(puxa vida, para quem não gosta de tatuagens, ter feito este, este e agora este post sobre o assunto…!)

Penélope Nova indica estúdios de tatuagem em SP

Desde 1987 em São Paulo, a baiana Penélope Nova, 37, fez escola na MTV. Após 14 anos, a filha do roqueiro Marcelo Nova (da banda Camisa de Vênus) saiu no ano passado da emissora, onde ficou marcada por DNA jovem, estilo moderno, humor irreverente e pelas muitas “tattoos”.

Para a ex-VJ, que negocia com outro canal um programa que deve estrear ainda neste ano, a cidade combina com a tinta na pele –e vice-versa. “Seja qual for a tribo a que você pertença, sempre tem alguém tatuado”, diz ela, que soma 24 desenhos, todos feitos em São Paulo.

“É uma característica de uma metrópole diversificada, onde se misturam pessoas de todo o Brasil, de outras nacionalidades e de outras culturas.”

1. Black Ball Crew Tattoo
“Do pessoal do estúdio, recomendo o tatuador Fábio Pimentel para os estilos tribais -como os desenhos da tribo maori, nativa da Nova Zelândia, que estão em voga.”

R. Cristiano Viana, 119, Pinheiros, SP, tel. 0/xx/11/2548-8808.

2. Cyco City
“Para o estilo ‘new school’, mais urbano, inspirado no grafite e na arte de rua, tem de ser o Márcio Duarte, reconhecido pelos desenhos marcados por cores incríveis.”

R. Augusta, 2.387, Cerqueira César, SP, tel. 0/xx/11/3060-9346.

3. Mundo Cão
“Mauro Landin apavora nas ‘tattoos’ das ruas. Mexicanas, orientais e escritas são com ele. Mas é bom lembrar que o tatuador só atende com hora marcada por telefone.”

Av. Afonso Mariano Fagundes, 1.339, Saúde, SP, tel. 0/xx/11/9686-5301.

4. Rodrigo Mendonça
“Ele é um dos talentos da nova geração. Sua especialidade são as tatuagens de estilo oriental, seguindo a linha do Maurício Teodoro, que é seu parceiro e um dos meus tatuadores favoritos.”

R. Augusta, 2.333, cj. 5, Cerqueira César, SP, tel. 0/xx/11/9470-0338.

5. Sick Mind
“Para o estilo tradicional, o chamado ‘old school’, com influência do ‘rockabilly’, indico o tatuador Leo Tressino, que tatua nessa loja voltada para o pessoal do punk rock.”

Al. Jaú, 1.529, Jardim Paulista, SP, tel. 0/xx/11/3081-3899.

Mapa Daniel Almeida
GPS | PENÉLOPE NOVA, apresentadora, indica estúdios onde fazer tatuagem

Li também, no mural de um amigo, estes outros lugares em São Paulo recomendados para quem quer se tatuar de maneira segura (e boa, pelo que falaram!):

Conheça oito cuidados essenciais ao fazer a barba


Pelo menos uma vez por semana você está em frente ao espelho do banheiro, contorcendo o rosto para facilitar o deslizamento do aparelho de barbear ou da lâmina. Embora fazer a barba faça parte da rotina dos homens, muitos cometem pequenos erros que podem favorecer irritações, pelos encravados, foliculites e até mesmo cortes. “Não usar os produtos certos e prolongar o tempo de vida da lâmina são os principais deslizes do público masculino”, aponta a dermatologista Carolina Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Confira oito dicas para evitar problemas decorrentes do barbear.

Aproveite o pós-banho
“É melhor fazer a barba após o banho porque a higiene facial melhora a lubrificação da pele, reduzindo o risco de ferimentos”, explica o dermatologista Adriano Almeida, pesquisador da UNICAMP e professor da pós-graduação em dermatologia da Fundação Pele Saudável. Além disso, a água morna dilata os poros, promovendo um melhor barbear.

Homem espremendo espinha - Foto Getty ImagesCuidado com a pele acneica
Pessoas que sofrem com espinhas devem tomar cuidado para não cortar os pontos inflamados, favorecendo, assim, dispersão das bactérias presentes nessas microlesões para outras áreas da pele, explica a dermatologista Carolina Marçon. “Deixe para barbear as regiões com acne por último e não reutilize a lâmina”, recomenda. Também é melhor substituir a loção pós-barba por produtos com propriedades antissépticas, adstringentes e anti-inflamatórias, sempre com orientação profissional.
Homem espalhando espuma no rosto - Foto Getty ImagesUse os produtos adequados
Nada de sabonete. Para um bom barbear, é fundamental usar os cosméticos certos. “A espuma do sabonete pode causar irritação, ardência e vermelhidão, principalmente em peles mais sensíveis”, aponta a dermatologista Carolina. O melhor é usar espuma em gel, creme ou mousse, que deixa os pelos ficam mais maleáveis e diminui o risco de lesões. A espuma tipo gel é indicada para homens com pele oleosa. Já o tipo mousse funciona melhor para pessoas com pele normal. O creme, por sua vez, é recomendado para tanto para peles secas ou quanto normais.
Homem usando lâmina de barbear - Foto Getty ImagesO barbear
O barbear deve começar pelas laterais do rosto – costeletas, bochechas e maxilar -, onde a pele é menos sensível, afirma Adriano Almeida. “Deixe o queixo por último, pois os pelos desta região costumam demorar mais para amolecer”, aponta. O dermatologista lembra ainda que a lâmina não deve ser muito pressionada contra o rosto ou passada várias vezes na mesma área, pois isso aumenta o risco de traumas. Ela ainda deve acompanhar o sentido de crescimento dos pelos. “Embora o corte no sentido oposto seja mais rente, ele aumenta o risco de irritações, foliculite e pelo encravado“, explica.
Lâmina de barbear - Foto Getty ImagesTroque a lâmina regularmente
“Lâminas gastas podem machucar a pele e provocar cortes”, alerta Carolina Marçon. Por isso, use uma mesma lâmina no máximo três vezes. Desta maneira, não é preciso passar o aparelho na mesma região repetidamente. Após o barbear, lembre-se de lavar e enxugar bem antes de guardá-lo.
Homem lavando o rosto - Foto Getty ImagesLave o rosto com água fria
Após o barbear, lave o rosto com água fria. “Isso restabelece a dimensão dos poros que ficaram dilatados com a água morna”, explica o dermatologista Adriano. Além disso, há uma contração dos vasinhos, evitando sangramentos. Verifique apenas se suas mãos estão limpas antes de colocá-las em contato com o rosto.
Loção pós-barba - Foto Getty ImagesUse loção pós-barba
Muitos homens dispensam este produto, mas ele é fundamental para um bom barbear. “A loção pós-barba ajuda a fechar os poros, alivia irritações provocadas pela lâmina e age como cicatrizante”, afirma a dermatologista Carolina. Esses produtos contêm propriedades adstringentes, anti-inflamatórias e hidratantes. Evite, entretanto, as opções que apresentam álcool na composição. “Elas podem irritar, ressecar a pele e ainda causar ardor”, explica a profissional.
Homem usando barbeador elétrico - Foto Getty ImagesUsando o barbeador elétrico
Os barbeadores elétricos são mais utilizados por quem tem pressa ou costuma se cortar ao fazer a barba, apesar de serem menos eficazes. “Eles não possibilitam o corte rente dos pelos, mas, por outro lado, é uma boa indicação para evitar foliculite ou pelos encravados”, diz o dermatologista Adriano. Outra vantagem é o fato de dispensarem o uso de cremes, géis, mousses ou água.

Receita: mignon a Bourguignon


English-speakers! Here’s a recipe of the same dish in english, but I haven’t tested it, and it has different ingredients (for example, it takes burgundy or pinot noir and also cognac, and mine only takes any kind of red wine) from the one I did yesterday (mine’s written below, but it’s in portuguese, sorry!!), so I don’t know if it’s good or not…and at the bottom of this post is another recipe (for dessert, yay! :D) that I haven’t tested either, but it has everything to be good…sounds so yummy!

Meu pai e eu fizemos essa receita ontem…demora (tem que deixar cozinhando) mas não dá trabalho e ficou deliciosa essa carne, esse molho no arroz…!!!! Recomendo vivamente!!!! Usamos um vinho espanhol mediano (minha mãe queria que utilizássemos vinho do porto, mas é caro demais para desperdiçar na comida :P). Colocamos, além dos ingredientes listados abaixo, curry, estragão, tomilho, noz-moscada em pó e cebolinha.

Meu pai queria ainda acrescentar alecrim ou manjericão, mas eu não deixei 😛 E eu queria ter colocado acafrão ou um dos dois tipos de páprica, mas ele não deixou *risos* Acho que nossas decisões foram boas, pois assim testamos como fica a receita, e esses outros ingredientes que queríamos acrescentar provavelmente teriam alterado bastante o gosto, sem contar que talvez tivesse ficado pesadão e meio enjoado…da próxima vez, ao invés do curry, a gente testa algumas dessas coisas 😉

Tempo de preparo: 1h 30 min.

  • 1 kg de mignon cortado em cubos
  • 5 colheres de sopa de óleo de girassol
  • 15 a 20 mini cebolas descascadas ou 2 cebolas picadas grosseiramente
  • 30 g de farinha de trigo
  • 1 cenoura picada em rodelas
  • 2 dentes de alho picados
  • 400ml de vinho tinto de boa qualidade
  • 400 ml de água quente
  • 2 cubos de caldo de carne
  • 1 colher de chá de açúcar
  • pimenta – do – reino
  • 2 folhas de louro
  • ervas-finas ou ervas de provence a gosto
  1. Coloque o óleo na panela, deixe aquecer e coloque a carne para dourar
  2. Com a carne dourada, acrescente a cenoura, o alho, a cebola
  3. Cozinhe por uns 4 minutos
  4. Em seguida coloque a farinha de trigo, mexendo bem para não empelotar, a seguir ponha na panela os cubos de caldo de carne dissolvidos em água quente
  5. Mexa bem até o caldo engrossar
  6. Acrescente o vinho, o açúcar e os outros temperos
  7. Mexa até ferver
  8. Deixe cozinhar em fogo baixo, com a panela semi tampada, por aproximadamente 1h e meia mexendo de vez em quando, até que o caldo fique bem encorpado
  9. Pode ser servido com arroz branco e batata sauté

Informações Adicionais

  1. Para agilizar o prato você pode fazer a receita na panela de pressão em fogo médio por 20, 25 minutos contados a partir do momento que a panela pegar pressão. Fica bom da mesma maneira, só que mais rapidinho.
    Ao utilizar vinho de boa qualidade, geralmente custam mais que R$ 20,00 ( um Pinot Noir, Bourgogne, ou Cabernet Sauvignon) , você evitará de perder os ingredientes deixando o prato com sabor amargo.

Como e onde usar ervas e especiarias

São infinitas as variedades de especiarias que achamos por aí, mas cada uma tem uma função, e claro, combina com um determinado tipo de ingrediente. As ervas são as partes folhosas de certas plantas. Especiarias identificam raízes, sementes, flores e frutas de certas plantas.

Lembrando sempre que as ervas frescas devem ser usadas no final do preparo, para ficar com mais sabor e aroma. Ao contrário das secas, que devem ser usadas no início do preparo e são ideias para cozidos, caldos e sopas.

Se você é principiante ou amador, não se preocupe. Deixo algumas dicas bacanas. Anotem aí:

Alecrim: carnes assadas, sopas, peixes, aves, batatas, legumes (abobrinha, berinjela, tomate) e pães.

Canela: Frutas assadas ou tortas de frutas, caldas e caramelos, compotas, temperar almôndegas e molhos de carne moída (dá um toque super diferente: 1 colher de café para cada 500g de carne moída), bolos e pães.

Cebolinha: ovos, sopas, cozidos em geral, queijos e patês.

Coentro: minha erva favorita, ideal para cozidos, sopas, arroz e molho para salada.

Açafrão da terra (Cúrcuma): arroz, cozidos de frango, sopas.

Dill: usar sempre fresco, ideal para salmão, cremes de queijo, batatas cozidas ou qualquer preparo com iogurte.

Anis- estrelado: chás, caldas, compotas e sopas.

Estragão: molho para carnes assadas mais gordurosas, maioneses e aves.

Manjericão fresco: molho de tomate, pizzas, queijos e molho pesto. Experimente também usá-lo no azeite. Quanto maior for a quantidade, mais sabor terá.

Manjerona: em legumes, cogumelos, aves, peixes e pizzas.

Noz moscada: em pão de mel, molho branco, em verduras cremosas como espinafre e escarola refogados com um pouco de creme de leite. Para quem sofre com má digestão, vale a pena um chá com ela ralada.

Orégano: pizzas, em torradas de queijo, em molhos de tomate para beliscar com pães e com queijos.

Páprica doce ou picante: em cozidos, ensopados, salada de batata, carne porco em geral até mesmo em salsichas. No arroz fica ótimo. Outra dica é dissolvê-la na gordura para fazer farofa. Fica bem amarelinha igual as de restaurantes.

Salsa fresca ou seca: ela é a mais versátil de todas, pode ser utilizada em recheios, molhos, carnes, aves, peixe, no arroz e na farofa. Aonde usá-la ela deixa sabor.

Tomilho: em assados, cozidos, sopas, caldos, aves, carnes vermelhas e em peixes.

Receita segredo para acompanhar carnes, peixes e até mesmo um churrasco:

Chimichurri
2 colheres de salsa picada
1 colher de orégano
1 colher de tomilho picado
1 colher de alecrim picado
1 dente de alho bem picado
1 colher de café de pimenta calabresa seca
¾ xícara de azeite de oliva
1 colher de café de páprica
2 colheres de vinagre
Sal a gosto

Basta cortar e misturar bem todos os ingredientes. Existem variações nos temperos, basta usar sua criatividade.

Massagem (proibido para menores de 18) – Massage (18+!!! NSFW)


Juro que cheguei a esses vídeos por acaso… Puxa, bem legal 😛

http://neotantra.com/artigos-tantra/24/massagem-tantrica-do-lingam-preview-do-dvd

http://www.xhamster.com/movies/262317/yoni_massage.html

http://neotantra.com/artigos-tantra/289/massagem-tantrica-da-yoni-preview-do-dvd

http://www.xhamster.com/movies/835948/orgasmic_erotic_yoni_massage_with_oil_nv.html

http://neotantra.com/artigos-tantra/325/massagem-tantrica-preview-do-dvd

Ah, no site em que encontrei 2 desses vídeos, tem umas coisas bacanas:

http://neotantra.com/categoria/38/dicas-e-toques

Informações sobre massagem Yoni em SP e outras cidades brasileiras: http://www.yonimassagem.com.br/

Com que roupa eu vou?

Esta galeria contém 14 imagens.


lingerie da Victoria’s Secret – noivinhas sexy 😉 *rsrsrs* tipos de vestidos que toda mulher deveria ter no armário (só vou reproduzir o texto aqui, caso algum dia o link saia do ar; quem quiser ver as fotos, clique no link – essas fotos abaixo são completamente aleatórias – cliquem para vê-las no tamanho original) “Toda […]

Diferentes tipos de maquiagem

Esta galeria contém 52 imagens.


Maquiagem para pele negra Postado por LARISSA FARIA A pele negra tem uma vasta gama de possibilidades para conquistar uma maquiagem glamurosa e marcante. “Para cada tipo de pele há dicas básicas”, afirma Itamar Bethancourt, o maquiador da marca de cosméticos Koloss. Alguns tons variam do negro mais claro, como a pela da atriz Camila Pitanga, […]

O que é felicidade? What is happiness?


Gostei bastante quando o monge disse que confundimos felicidade e prazer – e quão fugidio e não-satisfatório o prazer é..

To all English-speakers who come to this post: go ahead and listen to the videos! The monk speaks english (even if his accent is french, obviously 😛 )