4 penteados para cabelos rebeldes


Seus cabelos acordaram rebeldes e você não tem ideia do que fazer para domá-los? Veja 4 dicas de penteados para salvá-la nesses dias

Por: Carla Festucci

Quem nunca passou por isso, que atire a primeira escova ou chapinha: bem no dia em que a gente levanta mega atrasada, nossos cabelos resolvem acordar rebeldes, parecendo que levaram um choque!

Calma! A Corpo a Corpo ajuda você a dar um jeito nesses fios armados e sem forma, com 4 ideias do que fazer nas madeixas para sair linda sempre. Confira!

Tiara
Muitos cabelos novos? Franja crescendo? Cabelos com marcas do travesseiro? Acabe com tudo isso com um acessório simples e que voltou com tudo: a tiara. Fininhas, mais largas, de tecido, trabalhadas com pedrarias, estampadas… São inúmeras as possibilidades para enfeitar seu look e ainda esconder os fios que teimam em não ficar no lugar. Uma opção para usar é essa da foto, com um coque falso: penteie todo o cabelo para trás, enrole-o como se fosse fazer uma banana e prenda as mechas em um coque falso; solte algumas mechas da frente e deixe outras presas, mas bem casualmente; coloque a tiara, de preferência uma fina e delicada. Para segurar o penteado, borrife spray de média fixação em todo o cabelo, mas principalmente nas mechas soltas. Fica um charme!
Foto: Danilo Borges / Cabelo e make: Marcelo Sath

Topete moicano
O topete moicano levanta qualquer rabo de cavalo basiquinho. O segredo é separar a parte da frente dos cabelos e dividí-la em 2 partes menores. Desfie cada uma das partes (primeiro a de baixo, depois a de cima), usando um pente ou escova para “pentear” de cima para baixo. Feito isso, leve o emaranhado para trás (formando o topete) e ajeite o que estiver bagunçado com o mesmo pente ou escova. O resultado fica lindo!
Foto: Ella Dürst / Cabelo e make: Giuliano Rezende (Agência First)

Trança
As tranças também alegram a produção e estão super em alta! Podem ser usadas na lateral da cabeça, num coque, uma de cada lado… Das várias maneiras de fazê-las uma das mais lindas é a embutida.Veja o vídeo do passo a passo e arrase com uma por aí!
Foto: Ella Dürst / Cabelo e make: Giuliano Rezende (Agência First)

Coque
Fácil e democrático, esse penteado pode ser usado de várias maneiras – da versão tradicional, com um rolinho no topo da cabeça, aos coques com tranças e até os desconexos, um nó com fios bagunçados. O que vale aqui é a criatividade e a praticidade. Experimente!
Fotos: Danilo Borges (1 e 2) / Caio Mello (3)
Cabelo e make: Paulo Filatier – Glloss Agency (1)

http://corpoacorpo.uol.com.br/cabelo/penteado/4-penteados-para-cabelos-rebeldes/2282#foto=2282-0

Anúncios

Glenfinnan Viaduct (and church)


E para encerrar…a igreja de Glenfinnan:

Visitas virtuais:


Visita virtual aos pontos turísticos 
Depois de tours pelos principais museus, o Google lançou o World Wonders (google.com/culturalinstitute/worldwonders), que permite um passeio (virtual, é claro) por 132 lugares turísticos do planeta. Há como percorrer as ruínas da italiana Pompeia, o misterioso Stonehenge, na Inglaterra, e algumas ruas históricas da mineira Ouro Preto. Tudo isso graças ao grande número de vídeos e imagens – muitas giram 360 graus – que vêm acompanhadas de textos informativos da Unesco.

English: The church of São Francisco de Assis,...

English: The church of São Francisco de Assis, Ouro Preto, Brazil. Français : L’église Saint François d’Assises (São Francisco de Assis), à Ouro Preto,, au Brésil. (Photo credit: Wikipedia)

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Disponível em  português, o  www.vatican.va não é bem um site de orientação turística, mas reúne informações históricas e culturais sobre o local. Acesse também o calendário de celebrações de 2010, os sites da Biblioteca Apostólica e dos Museus Oficiais do Vaticano.

O www.museivaticani.va indica onde estão as principais atrações, como a Pietà, de Michelangelo, e as obras de Botticelli. Confira o tour em 360 graus da Capela Sistina. E anote: é possível visitar as galerias à noite nas sextas-feiras, até outubro.

Um dos pontos turísticos mais visitados do mundo, a Basílica de São Pedro impressiona com seu tamanho e as 284 colunas que parecem abraçá-la. Leia sobre sua origem e veja fotos no www.italiantourism.com/vatican.html.

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Português: Pico do Jaraguá

Português: Pico do Jaraguá (Photo credit: Wikipedia)

Com um clique, conheça São Paulo em 360 graus

São Paulo Turismo fechou parceria com o site sp360 e agora exibe, em sua página na internet, imagens em movimento de pontos turísticos da cidade.

Conhecer os pontos turísticos da cidade sem sair da cadeira. Como isso é possível? Com uma visita à pagina na internet da São Paulo Turismo .

Em 2006, uma nova seção foi criada: a possibilidade de ver alguns cartões-postais, e outros nem tanto, em imagens de 360 graus.

O material é proveniente de uma parceria com o site sp360, que concede uma parte de seu acervo de fotos panorâmicas e imagens em 360 graus à Prefeitura.

Assim, se você tem vontade de conhecer a vista do Mirante do Banespa e nunca teve a oportunidade, é só apelar para o computador. Basta entrar no site da SPTuris e escolher, entre as 19 opções possíveis, a que mostra o mirante.

Com um clique, sem mexer mais o corpo, a imagem do alto do prédio do Banespa vai girando lentamente até fechar uma volta completa. Se ficar com vontade de programar já para o próximo final de semana uma visita ao local, saiba que não será o primeiro.

Mesmo sem ter sido lançado oficialmente, o site sp360 já pôde sentir a repercussão de seu trabalho. “Recebi muitos e-mails de pessoas dizendo que não conheciam alguns pontos, gostaram e estavam indo lá”, diz Eduardo Amara que, em parceria com Zuza Melkan, criou o sp360.

Até sua sogra, que viveu durante 40 anos na Capital e há 5 mora no Interior, descobriu a beleza da vista do Pico do Jaraguá através dos cliques no computador. Na sua primeira visita à filha, programou a ida física ao Pico.

O passeio virtual, segundo Amaral, não vem para acabar com o passeio ao vivo e a cores. Pelo contrário, ele acha que essa é uma forma de fomentar a visitação.

E foi por este motivo, explica, que a SPTuris ficou interessada em receber parte de seu material.

Por enquanto, o site da SPTuris apresenta voltas completas nas paisagens de 12 pontos: Pinacoteca, Memorial da América Latina, Vale do Anhangabaú, Parque da Luz, Museu de Arte Contemporânea, Igreja do Carmo, Mirante do Banespa, Pico do Jaraguá, Parque Ibirapuera, Vila Maria Zélia, Vilarejo São Paulo e da exposição Dinos na Oca.

Em breve, explica Amaral, estarão disponíveis também os passeios virtuais pelo Sambódromo, Museu Paulista, Teatro Municipal, Museu de Zoologia, Parque do Jaraguá, Memorial do Imigrante, Parque da Aclimação, Parque Fernando Costa, Praça Vinícius de Moraes e Parque do Piqueri.

No site do sp360 também há 12 passeios, porém com muito mais pontos de giro e fotos panorâmicas que no da Prefeitura – são ao todo 400 imagens. Apenas da Pinacoteca há 60 fotos, enquanto a página da SPTuris mostra três. “Só para visitar tudo o que está no site, o internauta gasta quatro horas e meia”, diz Amaral.

A idéia é adicionar cada vez mais locais a serem visitados, até chegar aos 432 passeios catalogados. Em abril, quando o site for oficialmente lançado, já serão 30 passeios e seis horas e meia de navegação em suas seções.

“Trabalhamos com comunicação e ´vender´ São Paulo é muito difícil. Por isso decidimos criar um site que não falasse da Cidade, mas mostrasse”, explica Amaral.

E, apesar de ter sido criado para vencer esse tipo de dificuldade e atrair visitantes à Cidade, Amaral e Melkan acabaram lançando moda entre os próprios paulistanos: um site que desperta nos internautas a vontade de levantar da cadeira não só para visitar shoppings e salas de cinema.