More wallpapers! Mais wallpapers!


English: fall leaves wallpaper, fall season wa...

English: fall leaves wallpaper, fall season wallpapers, fall wallpaper hd, fall colors wallpaper, fall harvest wallpaper (Photo credit: Wikipedia)

Como não dá mais para postar figuras aqui (exceto as que já salvei como rascunho), coloquei diversos papeis de parede no meu outro blog, confiram…

wallpapers 1

wallpapers 2

wallpapers 3

wallpapers 4

wallpapers 5

wallpapers for children 1

wallpapers for children 2

wallpapers for children 3

wallpapers for children 4

Given the fact that I can no longer post images here (except for those that have already been saved as drafts), I have posted several wallpapers in my other blog, check them out in the links above!

Le Quattro Stagioni (+ outras coisas…)


Duilio Galfetti, violino, I Barocchisti, Diego Fasolis direttore. Jahreszeiten Saisons. Una selezione dal video realizzato dalla Radiotelevisione svizzera con regia di Mando Bernardinello.

Muito engraçadinho, assistam 🙂 E como sou portuga, começo do final:

L’Inverno O Inverno
Agghiacciato tremar tra nevi algenti
Al severo spirar d’orrido vento,
Correr battendo i piedi ogni momento;
E pel soverchio gel batter i denti;
Tremer congelado em meio a neve fria
Ao rigoroso expirar do horrível vento,
correr batendo os pés a todo momento;
E pelo excessivo frio bater os dentes;
Passar al foco i dì quieti e contenti
Mentre la pioggio fuor bagna ben cento
Caminar sopra il ghiaccio, e a passo lento
Per timor di cader girsene intenti;
Passar os dias calmos e felizes ao fogo
Enquanto a chuva lá fora molha a tudo
Caminhar sobre o gelo, e devagar
Por temor de cair nesse intento;
Gir forte sdruzziolar, cader a terra
Di nuovo ir sopra ‘l giaccio e correr forte
Sin ch’il giaccio si rompe, e si disserra;
Andar rápido e escorregar, cair no chão
De novo andar sobre o gelo e correr rápido
Sem que o gelo se rompa e se dissolva;
Sentir uscir dalle ferrate porte
Scirocco, Borea, e tutti i venti in guerra
Quest’è ‘l verno, ma tal, che gioia apporte.
Ouvir sair das fechadas portas
Siroco (*), Bóreas e todos os ventos em guerra
Este é o inverno, mas tal que alegria traz.

http://www.youtube.com/watch?v=bXtKCtmtta0

http://www.youtube.com/watch?v=w6pxihRStQg

L’Estate O Verão
Sotto dura staggion dal sole accesa
Langue l’uom, langue ‘l gregge, ed arde il pino;
Scioglie il cucco la voce, e tosto intesa
Canta la tortorella e ‘l gardelino.
Sob a dura estação de sol aceso
Definha homem, definha rebanho e arde o pinho;
Solta o cuco a voz, e logo com ele
Canta a rolinha e o pintassilgo.
Zèfiro dolce spira, ma contesa
Muove Borea improviso al suo vicino;
E piange il pastorel, perche sospesa
Teme fiera borasca, e ‘l suo destino;
Zéfiro doce expira mas, desafiado,
Surge Bóreas (*) de repente ao seu lado;
E chora o pastor, porque decerto
Teme feroz tempestade e seu destino.
Toglie alle membre lasse il suo riposo
Il timore de’ Lampi, e tuoni fieri
E de mosche, e mosconi il stuol furioso.
Rouba dos membros cansados o seu repouso,
O temor dos relâmpagos e trovões ferozes
E de moscas e moscões o zumzum furioso.
Ah, che purtroppo i suoi timor son veri!
Tuona e fulmina il ciel e grandioso:
Tronca il capo alle spiche e a’ grani alteri.
Ah, que pena, seus temores eram verdadeiros!
Troveja e fulmina o céu e majestoso
Quebra o topo das espigas e danifica os grã

http://www.youtube.com/watch?v=SwSOZBZ6CbY

L’autunno:

Celebra il vilanel con balli e canti
Del felice raccolto il bel piacere
E del liquor di Bacco accesi tanti
Finiscono col sonno il lor godere.

Fà ch’ogn’uno tralasci e balli e canti
L’aria che temperata dà piacere,
E la staggion ch’invita tanti e tanti
D’ un dolcissimo sonno al bel godere.

I cacciator alla nov’alba a caccia
Con corni, schioppi, e canni escono fuore
Fugge la belva, e seguono la traccia;

Già sbigottita, e lassa al gran rumore
De’Schioppi e canni, ferita minaccia
Languida di fuggir, ma oppressa muore.

http://www.youtube.com/watch?v=Xl_jShBmnzs

La Primavera A Primavera
Giunt’è la Primavera e festosetti
La salutan gl’augei con lieto canto,
E i fonti allo spirar de’Zeffiretti
Con dolce mormorio scorrono intanto:
Chegada é a Primavera e festejando
A saúdam os pássaros com alegre canto,
E as fontes ao expirar dos Zéfiros (*)
Com doce murmúrio correm entanto:
Vengon’ coprendo l’aer di nero amanto
E lampi, e tuoni ad annuntiarla eletti
Indi tacendo questi, gl’augelletti;
Tornan’ di nuovo al lor canoro incanto:
Vem [um temporal] cobrindo o ar com negro manto
E relâmpagos e trovões eleitos a anuncia-la
Logo que eles se calam, os passarinhos
Tornam de novo ao sonoro encanto.
E quindi sul fiorito ameno prato
Al caro mormorio di fronde e piante
Dorme’l caprar col fido can’ à lato.
Então sobre o florido e ameno prado,
Ao caro murmúrio das folhas e plantas
Dorme o pastor com fiel cão ao lado.
Di pastoral zampogna al suon festante
Danzan ninfe e pastor nel tetto amato
Di primavera all’apparir brillante.
Da pastoral gaita de foles ao som festejante,
Dançam ninfas e pastores sob o abrigo amado
Da primavera surgindo brilhante.

http://www.youtube.com/watch?v=6NZwfdRwjZU

E um arranjo diferente:

Já que estamos no reino das músicas que mais gosto, não custa jogar um Beethoven aqui também, vai! Ainda mais que não dá p/ incorporar os vídeos do Vivaldi, saco…

This is the ***ENTIRE*** Beethoven’s Symphony No. 9 in D Minor
Soloists: Jennifer Vyvyan (EDIT), Soprano
Shirley Verret, Mezzo-Soprano
Rudolph Petrak, Tenor
Donaldson Bell, Bass

Performed by the Festival Choir

Ah, e o senhor dos anéis também, em preparação ao Hobitt que sai em dezembro *rs*

– The Fellowship of the Ring –
00:00 – Movement 1
(The Prophecy – Concerning Hobbits – The Shadow of the Past – A Short Cut to Mushrooms – The Old Forest – A Knife in the Dark)
11:16 – Movement 2
(Many Meetings – The Ring Goes South – A Journey in the Dark – The Bridge of Khazad-dûm – Lothlórien – Gandalf’s Lament – Farewell to Lórien – The Great River – The Breaking of the Fellowship)

– The Two Towers –
45:30 – Movement 3
(Foundations of Stone – The Taming of Smeagol – The Riders of Rohan – The Black Gate is Closed – Evenstar – The White Rider – Treebeard – The Forbidden Pool)
01:03:55 – Movement 4
(The Hornberg – Forth Eolingas – Isengard Unleashed – Gollum’s Song)

– The Return of the King –
01:14:14 – Movement 5
(Hope and Memory – The White Tree – The Steward of Gondor – Cirith Ungol – Anduril)
01:29:41 – Movement 6
(The End of All Things – The Return of the King – The Grey Havens – Into the West)

Post angelical :)


Nunca tinha ouvido falar, mas achei a história interessante 😉
“Dizem os textos ocultistas que o cálice usado na Última Ceia por Jesus foi entalhado a partir de uma esmeralda que caiu da testa ou coroa de Lúcifer durante a guerra no Céu. Supostamente, essa tal esmeralda foi trazida para a terra por anjos rebeldes que foram banidos do Céu por não apoiarem o lado de Deus, ou, ela “caiu como meteorito” enquanto Lúcifer estava lutando com São Miguel, uma batalha um tanto quanto épica que teria durado sete dias.
Alega-se que essa pedra é verde. E que pertenceu ao Rei Salomão, seu filho Davi, personalidades importantes da tradição maçônica e templária. Depois ela chegou a José de Arimatéia, um mercador rico, que era tio e pai adotivo de Jesus depois da morte de José. José por sua vez era descrito como um comerciante de metais e um “artífice de metais”, e foi a pessoa que entalhou a esmeralda Luciferiana, transformando-a em um cálice que ele deu para seu sobrinho.
Adiantando um pouco a história, mais precisamente trinta e três anos, vemos uma lança sendo usada para matar Jesus como bode expiatório ou rei divino sacrificado. Mas tanto o centurião quanto a lança possuem uma história cheia de mistérios. Supostamente, essa lança era o símbolo oficial do rei judeu e pertenceu a Salomão. Tulbacaim, cujo nome significa “lança”, tinha forjado a cabeça daquela lança com um ferro de meteorito.
Não por acaso o antigo clã de Caim, conhecido popularmente como “o povo do fogo”, era composto de ferreiros hereditários.
Reza a lenda que quando a esmeralda caiu da testa de Lúcifer, ela deixou uma cicatriz. Essa era também conhecida como “Marca de Caim”, que pode ser vista até hoje nas auras daqueles que possuem o antigo “sangue bruxo” ou “sangue élfico” e isso me lembra um pouco Harry Potter, mas não falarei sobre isso agora.
Esses indivíduos são aqueles que são física e espiritualmente descendentes dos Nephilim, sim, voltamos aos Neplhilins, nascidos a partir dos casos amorosos entre Vigias e os humanos.”
Clique na foto que desejar para vê-la maior (perdão pelas redundâncias, mas na galeria as fotos aparecem pequenas, então tenho selecionado algumas para que possam salvá-las no tamanho original, como wallpaper, por exemplo)
Veja mais anjos abaixo (infelizmente essas têm tamanho menor, mas ainda assim é o suficiente para vê-las bem ;))

Paisagens

Esta galeria contém 1 imagem.


Achei diversas dessas fotos num blog russo