Ainda se essa praga fosse só aqui no Brasil…mas não, crime contra patrimônio é visto como sacrilégio, mas contra a vida (seja de pessoas, seja de animais)… ah, a vida não vale nada mesmo né….

Luiz Erbes Blog

Duas histórias evidenciam que há algo muito errado com a justiça brasileira. Vamos a elas:

1) No dia 15 deste mês, a estudante Giulia de Oliveira da Silva, 15 anos e grávida de oito meses, foi morta e teve o corpo jogado na Represa do Samuara. O rapaz que supostamente engravidou a menina confessou o crime durante a semana passada, mas segue em liberdade porque a polícia diz não ter convicção de que o rapaz agiu sozinho.

2) Em março, um homem teve o carro e objetos roubados e, supostamente, identificou um homem de 40 anos, moreno, como o autor do crime. Resultado, o suposto responsável pelo furto, o maratonista Adilson Nagildo, está preso há 40 dias, apesar de alegar inocência. (Leia a história aqui).

Dúvida: o que é mais grave, matar alguém ou roubar um carro?

Para a justiça brasileira, parece claro que roubar é algo muito mais…

Ver o post original 1 mais palavra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s