Hoje é primeiro de abril


…ou seja, dia da mentira – e dia dos bobos (em inglês o nome é “April Fool’s Day”). Portanto, nada mais condizente com o dia do que as seguintes frases:

“Acredito em duendes e fadas, mas não acredito no amor feminino.”

Rapaz bobo, não? Ele não acreditaria no amor feminino nem se o amor cuspisse e escarrasse na cara dele – na verdade, o amor feminino queria mesmo era dar um chute no saco dele, mas ao invés disso, preferiu pedir um abraço (dado muito de malgrado, diga-se, e apenas após o amor – novamente, mas pela última vez! – correr atrás dele). Afinal, amor feminino é amor feminino. Se não fosse, teria preferido castrá-lo num momento de vulnerabilidade (homens são tão vulneráveis, é inacreditável!).

Mas é compreensível, perfeitamente compreensível que um homem não acredite no amor. Pois o ser humano tem a tendência de projetar no outro os defeitos que vê em si próprio – e, quando se é incapaz de amar, claro que o pensamento óbvio é: ninguém é capaz de amar.

“Meu coração já foi partido inúmeras vezes por esporros femininos. Dói. Nós, homens, não temos onde enfiar a cara de tanta vergonha, ficamos sem palavras, diante da fúria feminina.”

NOSSA, quanta balela!!! Se doeu, não doeu o suficiente para deixar de ser orelhudo e filho da puta. Claramente o coração desse cara jamais foi partido – pelo menos não do modo certo – e ele não tem absolutamente NENHUMA vergonha na cara. Muito menos fica sem palavras diante da fúria feminina – pelo contrário, utiliza palavras crueis, e as usa de modo mais cruel ainda.

(aos que não compreenderam nada do meu ataque ao bucéfalo acima, saibam que o conheço, sei do que estou falando. Vejam um dos comentários online mais recentes do ser em questão: “Eu queria ter dinheiro. Assim sempre eu poderia chupar e comer uma gostosa. Vida cruel.” e “acho mais vantajoso gastar meu tempo com cópulas e com libertinagens – no outro mundo, se houver, poderá não existir tanto peito e bunda à disposição, logo não posso perder tempo”. Dentre inúmeros outros, um pior do que o outro. Esse é o conceito de amor que ele tem. Desse jeito ele vai longe mesmo *rs* Depois fica magoado quando alguém aponta certeiramente o fato de que ele é interesseiro! Pode até não ser interesseiro em termos patrimoniais – se bem que ainda há dúvidas, considerando-se a sede obsessiva que tem por dinheiro -, mas certamente o é em termos materiais – quer algo mais material que sexo por si só?? Mais interesseiro e utilitarista do que ver corpos femininos como utensílios para “chupar e comer”?!? Na boa…antes gente interesseira em termos de patrimônio, que não é nada, do que em corpos, que são verdadeiramente a única coisa que nos pertence, nossa morada, e que não foi encontrada ali na esquina no lixo…).

Sou eu que acredito cada vez menos no amor masculino…já amei verdadeiramente duas pessoas que não quiseram nem saber de mim…elas estavam interessadas em outras coisas…e em outras pessoas…custava ter me dado uma chance? Ter dado tempo de me conhecer de verdade? Ou então me chutasse logo de uma vez! Mas enrolar é mais fácil, né…

Ah, e por falar em mentira…odeio mentiras, todos que me conhecem sabem disso. Mas cheguei a uma conclusão: dependendo do caso, antes mentiras do que verdades. Mentiras denotam que a pessoa sabe, admite e se envergonha de que fez/está fazendo algo errado, por isso tenta encobrir o fato; e denota também a consciência de que a pessoa a quem mente poderia ficar magoada caso soubesse da verdade, portanto a mentira seria uma forma tosca e inadequada, porém relativamente eficaz, de manter a relação e proteger os sentimentos da outra pessoa; também pelo menos tenta preservar a aura de respeito mínimo.

Já quem expõe as cagadas assim na cara dura parece se vangloriar delas (nem admite que errou!); acha que tem que ser premiado (!!) e/ou obrigatoriamente perdoado pela honestidade (independentemente do que fez…); não demonstra o mínimo de respeito, nem com a relação, nem com a outra pessoa, e nem com os sentimentos daquela pessoa, está se lixando, e ainda por cima acha que fez tudo certinho!! *rs* CLARO que o certo é agir corretamente – mas se for cagar, que ao menos tente encobrir a própria cagada em sinal de consideração e respeito ao outro, pombas!!! >: E *REZE* para não ser descoberto…

…OOOOOU simplesmente faça a coisa certa: não está satisfeito com uma pessoa a ponto de querer colocar anúncio na primeira página do Diário Oficial procurando outra?? *rs* SEJA HOMEM! Dispense a pessoa de forma cortês e DEPOIS coloque a porra do anúncio!!!!

Garotas, ouçam a música da tia Annie Lennox e aprendam…

Sweet Dreams (Are Made Of This)

Sweet dreams are made of this.
Who am I to disagree?
I traveled the world and the seven seas.
Everybody’s looking for something.
Some of them want to use you…
Some of them want to get used by you…
Some of them want to abuse you…
Some of them want to be abused…

Sweet dreams are made of this.

Who am i to disagree?
I traveled the world and the seven seas.
Everybody’s looking for something.
Some of them want to use you…
Some of them want to get used by you…
Some of them want to abuse you…
Some of them want to be abused…
I wanna use you and abuse you.
I wanna know what’s inside you.
(whispering) hold your head up, movin’ on.
Keep your head up, movin’ on.
Hold your head up, movin’ on.
Keep your head up, movin’ on.
Hold your head up, movin’ on.
Keep your head up, movin’ on.
Movin’ on!
Sweet dreams are made of this.
Who am i to disagree?
I traveled the world and the seven seas.
Everybody’s looking for something.
Some of them want to use you…
Some of them want to get used by you…
Some of them want to abuse you…
Some of them want to be abused…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s