Ainda sobre tatuagens


(puxa vida, para quem não gosta de tatuagens, ter feito este, este e agora este post sobre o assunto…!)

Penélope Nova indica estúdios de tatuagem em SP

Desde 1987 em São Paulo, a baiana Penélope Nova, 37, fez escola na MTV. Após 14 anos, a filha do roqueiro Marcelo Nova (da banda Camisa de Vênus) saiu no ano passado da emissora, onde ficou marcada por DNA jovem, estilo moderno, humor irreverente e pelas muitas “tattoos”.

Para a ex-VJ, que negocia com outro canal um programa que deve estrear ainda neste ano, a cidade combina com a tinta na pele –e vice-versa. “Seja qual for a tribo a que você pertença, sempre tem alguém tatuado”, diz ela, que soma 24 desenhos, todos feitos em São Paulo.

“É uma característica de uma metrópole diversificada, onde se misturam pessoas de todo o Brasil, de outras nacionalidades e de outras culturas.”

1. Black Ball Crew Tattoo
“Do pessoal do estúdio, recomendo o tatuador Fábio Pimentel para os estilos tribais -como os desenhos da tribo maori, nativa da Nova Zelândia, que estão em voga.”

R. Cristiano Viana, 119, Pinheiros, SP, tel. 0/xx/11/2548-8808.

2. Cyco City
“Para o estilo ‘new school’, mais urbano, inspirado no grafite e na arte de rua, tem de ser o Márcio Duarte, reconhecido pelos desenhos marcados por cores incríveis.”

R. Augusta, 2.387, Cerqueira César, SP, tel. 0/xx/11/3060-9346.

3. Mundo Cão
“Mauro Landin apavora nas ‘tattoos’ das ruas. Mexicanas, orientais e escritas são com ele. Mas é bom lembrar que o tatuador só atende com hora marcada por telefone.”

Av. Afonso Mariano Fagundes, 1.339, Saúde, SP, tel. 0/xx/11/9686-5301.

4. Rodrigo Mendonça
“Ele é um dos talentos da nova geração. Sua especialidade são as tatuagens de estilo oriental, seguindo a linha do Maurício Teodoro, que é seu parceiro e um dos meus tatuadores favoritos.”

R. Augusta, 2.333, cj. 5, Cerqueira César, SP, tel. 0/xx/11/9470-0338.

5. Sick Mind
“Para o estilo tradicional, o chamado ‘old school’, com influência do ‘rockabilly’, indico o tatuador Leo Tressino, que tatua nessa loja voltada para o pessoal do punk rock.”

Al. Jaú, 1.529, Jardim Paulista, SP, tel. 0/xx/11/3081-3899.

Mapa Daniel Almeida
GPS | PENÉLOPE NOVA, apresentadora, indica estúdios onde fazer tatuagem

Li também, no mural de um amigo, estes outros lugares em São Paulo recomendados para quem quer se tatuar de maneira segura (e boa, pelo que falaram!):

Watch Robert Altman’s long-lost short film, Modern Football


As great moviemakers go, Robert Altman was a late bloomer, making his name with his fifth feature film, M*A*S*H, when he was in his mid-forties. But he didn’t suddenly appear out of nowhere. Before making his first low-budget movie The Delinquents in 1957 and settling in for years of journeyman work in television, Altman churned out several short industrial films starting in 1949. Most of this stuff is lost to history, but now Altman completists can check out one of his earliest works below, the 1951 Modern Football, an educational sports documentary co-sponsored by Wheaties and Wilson Sporting Goods.

Filmmaker and archivist Gary Huggins—a director with his own Kickstarter-funded feature in the works—impulsively bought his discovery along with a bunch of similar instructional films at a flea market in Altman’s hometown of Kansas City. Huggins didn’t know what he had until he finally got around to looking at the movie and recognized the director’s face in a shot. The seeds of Altman’s later greatness may not be readily apparent in Modern Football, but it’s a well-made, fascinating curio—and with its stiff line readings and period haircuts and fashions, ripe material for some Mystery Science Theater 3000 riffing. [via SF Weekly]

Sistema Numérico dos Babilônicos


A civilização babilônia substituiu a civilização suméria por volta do ano 2000 a.C.

Os babilônicos eram um povo semita que invadiu a Mesopotâmia, derrotando os sumérios, estabelecendo sua capital na Babilônia.

As civilizações antigas da Mesopotâmia são comumente chamadas de babilônicas, apesar da cidade de Babilônia não ter sido o centro de cultura do vale Mesopotâmico.


Aos babilônios se deve a invenção do sistema posicional. Com apenas dois símbolos (um para a unidade e um para a dezena dezenas)podiam representar qualquer número, por maior que fosse, por repetição e mudança de posição. Este é o mesmo princípio de nosso sistema numeral.

Assim a numeração dos babilônios era escrita da seguinte forma:

A civilização babilônica substituir a suméria e a Acádia, e como se pode notar,  os babilônios herdaram idéias dos sumérios e dos acádios para formas o seu próprio sistema numérico.

Até então, nem o sistema numérico dos Sumérios e nem o dos acádios era posicional. Já o sistema criado pelos babilônios era um sistema posicional, o que se tornou uma grande realização. O estabelecimento da ordem posicional para os símbolos numéricos foi a maior realização matemática dos babilônios.

Embora o sistema babilônico fosse um sistema posicional de base 60, teve alguns vestígios do sistema de base 10 dentro dele. Isto porque os 59 números que compõem esse sistema são formados por um símbolo para a unidade e um para a dezena.

http://ellisnadler.blogspot.com.br


Time’s running out from the day you’re born…

….too bad I don’t have 3D glasses, this looks cool!!! :(

They have come from http://ellisnadler.blogspot.com.br

Men can stop rape.Los hombres pueden prevenir la violación. Contre le viol.


If you’re an English speaker, visit http://www.mystrength.org

Si hablas español, visite http://www.mifuerza.org

Si vous êtes francophone, vous pouvez aller ici et signer la pétition: http://www.contreleviol.fr/

2013 in review


The WordPress.com stats helper monkeys prepared a 2013 annual report for this blog.

Here’s an excerpt:

The Louvre Museum has 8.5 million visitors per year. This blog was viewed about 200,000 times in 2013. If it were an exhibit at the Louvre Museum, it would take about 9 days for that many people to see it.

Click here to see the complete report.